Tratamento Ortodôntico

 

O que é Ortodontia?

-

A Ortodontia é uma especialidade da Odontologia que cuida do correto posicionamento dos dentes nas bases ósseas (Maxila e Mandíbula). É muito importante perceber que o tratamento ortodôntico não se trata, apenas, de um tratamento estético; mas também da busca de uma boa oclusão (bom encaixe entre a arcada superior e inferior).

Aparelho Dente Osasco - Ortodontia em Osasco - Aparelho Dentário em Osasco -  Aparelho Estético em Osasco

Aparelho Dente Osasco, Ortodontia em Osasco, Aparelho Ortodontico em Osasco, Aparelho Dental em Osasco, Aparelho Dentario em Osasco, Ortodontista em Osasco, Tratamento Ortodontico em Osasco, Ortodontia Osasco, Aparelho Ortodontico Osasco, Aparelho Dental Osasco, Aparelho Dentario Osasco, Ortodontista Osasco, Tratamento Ortodontico Osasco, Clinica Ortodontia Osasco, Dentista Ortodontia

Aparelho Dente Osasco, Ortodontia em Osasco, Aparelho Ortodontico em Osasco, Aparelho Dental em Osasco, Aparelho Dentario em Osasco, Ortodontista em Osasco, Tratamento Ortodontico em Osasco, Ortodontia Osasco, Aparelho Ortodontico Osasco, Aparelho Dental Osasco, Aparelho Dentario Osasco, Ortodontista Osasco, Tratamento Ortodontico Osasco, Clinica Ortodontia Osasco, Dentista Ortodontia

Dentes tortos, muito apinhados podem dificultar a higienização, favorecendo o aparecimento de cáries e doença periodontal.

Dentes que não se encaixam corretamente podem causar dores de cabeça, dores na região do pescoço e dores na musculatura da face. Desta forma a ortodontia melhora tanto a aparência dos dentes como a saúde bucal.

Como saber se eu preciso fazer tratamento ortodôntico?

-

Para saber se você realmente precisa de alguma correção ortodôntica, recomenda-se que você procure um ortodontista, que é o profissional especialista em Ortodontia. É ele quem vai te explicar tudo a respeito do seu problema e sobre como o tratamento poderá te ajudar.

O tratamento ortodôntico pode ser indicado para corrigir diversos problemas, dentre ele podemos citar:​

  • Dentes tortos ou fora de posição: quando os dentes não ocupam sua posição ideal na arcada dentária ou apresentam algum tipo de inclinação incorreta.

  • Diastemas: normalmente os dentes estão encostados nos dentes vizinhos; quando este contato não acontece, verifica-se um espaço entre os dentes, o qual recebe o nome de diastema.
     

  • Sobremordida: quando os dentes de cima cobrem os dentes de baixo mais do que deveriam, de modo que os dentes inferiores quase não aparecem quando o paciente sorri.
     

  • Mordida cruzada: normalmente a arcada superior fica um pouco projetada à frente da arcada inferior. A arcada superior deve “englobar” a arcada inferior em seu interior (como se a arcada superior fosse a tampa de uma caixa, e a arcada inferior a própria caixa). Quando esta relação não acontece, e a arcada inferior fica numa posição externa em relação à arcada superior, tem-se um caso de mordida cruzada.
     

  • Mordida aberta: quando o paciente morde, os dentes do fundo devem se tocar e os dentes da frente se “encaixam” de modo que não se observa espaço entre eles. Nos casos de mordida aberta os dentes do fundo se encostam e os dentes da frente não se “encaixam corretamente”, sobrando um espaço no sentido vertical (como se a mordida realmente estivesse aberta).
     

  • Desvio de linha mediana: é quando o centro da arcada dental superior não coincide com o centro da arcada inferior.
     

  • Apinhamento dental: quando falta espaço na arcada dental para o correto posicionamento dos dentes, normalmente os dentes se “apertam” para caber no espaço existente, gerando o que chamamos de apinhamento dental.

O que preciso fazer antes de iniciar meu tratamento ortodôntico?

-

Na primeira consulta com o ortodontista, provavelmente será solicitado a você uma documentação ortodôntica. Esta documentação é feita numa clínica radiológica e é composta por vários exames: fotos da face, fotos do sorriso, radiografia panorâmica, medidas que são feitas a partir das radiografias, moldes da boca do pacientes...

É a partir da documentação ortodôntica que o ortodontista poderá planejar o seu caso detalhadamente, o que é fundamental para que não ocorram problemas no meio do tratamento. Só depois de feita a documentação ortodôntica e o planejamento do caso que o tratamento deve ser iniciado.

Como funciona a manutenção ortodôntica?

-

Durante o tratamento ortodôntico, normalmente o paciente precisa ir ao ortodontista 1 vez por mês para fazer a manutenção do aparelho ortodôntico. Nesta consulta o ortodontista avalia a evolução do tratamento, faz a troca dos fios e elásticos, instala novos componentes que podem ser necessários para boa evolução do tratamento e verifica se tem alguma coisa incomodando o paciente.

É fundamental que o paciente compareça regularmente nas manutenções, pois são elas que garantem o bom andamento do tratamento.

Quanto tempo demora um tratamento ortodôntico?

-

Um tratamento ortodôntico leva em média dois anos e meio (30 meses) para ser finalizado. É evidente que este tempo pode variar dependendo da gravidade de cada caso, da necessidade ou não de extrações, da idade do paciente, etc. Casos mais simples podem ser finalizados em um tempo menor. No entanto, perceba que “promessas milagrosas” de tratamentos muito rápidos normalmente não se concretizam.

Existe algum cuidado específico com a higiene bucal, durante o tratamento com aparelho dental?

-

Sim! E este é um assunto importantíssimo. Pacientes que usam aparelho acumulam muita sujeira em seus dentes e por isso apresentam um grande risco de desenvolver lesões de cárie e problemas na gengiva. 

Por isso, devem ter atenção redobrada quantos aos cuidados de higienização dental e limpeza periódica realizada pelo dentista. É muito importante que o paciente utilize uma escova adequada, e use também o passa-fio e escova interdental, que são acessórios indispensáveis para escovação durante o tratamento ortodôntico.

Quais tipos de aparelho dental existem?

-

Existem diversos tipos de aparelho, fixos e removíveis, que podem ser utilizados no tratamento. O mais comum deles é o aparelho fixo metálico. Outro aparelho muito utilizado atualmente é o aparelho autoligado, que pode ajudar muito em determinados casos. Atualmente, devido ao grande apelo estético dos pacientes, também temos utilizado muito os aparelhos estéticos, que são da cor do dente (aparelho de porcelana ou de safira).

Além destas opções, ainda temos os alinhadores ortodônticos invisíveis (ortodontia invisível), que é um tipo de tratamento (mais recente) que tem proporcionado ótimos resultados, com uma melhora muito considerável no conforto e na estética do paciente durante o tratamento (falaremos mais detalhes sobre o aparelho invisível mais adiante).

Diante de tantas opções, ressalta-se mais uma vez a importância da realização de uma boa consulta de avaliação e planejamento com um profissional da sua confiança; que depois de analisar individualmente seu caso, poderá indicar a melhor alternativa para você.

Para ler mais sobre Aparelho Autoligado ou Aparelho Estético, clique no links abaixo!

O que é a ortodontia invisível (alinhadores ortodônticos)?

-

Hoje em dia existe um tipo de aparelho chamado de aparelho invisível ou alinhador ortodôntico. No tratamento com os alinhadores, não utilizamos bráquetes (aquelas peças que são coladas nos dentes). Por isso,  praticamente não se percebe quando um paciente está fazendo o tratamento.

O aparelho invisível é uma espécie de moldeira personalizada feita para o paciente, que ele deve usar por período integral. Ela “pressiona” os dentes progressivamente, “empurrando-os” para a posição correta. Durante o tratamento com os alinhadores, o paciente recebe várias moldeiras que devem ser utilizadas na sequência indicada pelo ortodontista.

Além de ser imperceptível, uma grande vantagem do alinhador estético é a possibilidade da sua remoção no momento das refeições e higienização, o que promove um grande conforto e qualidade de vida ao paciente.

Após a finalização do tratamento é necessário algum cuidado?

-

Sim. Depois de finalizar a parte ativa do tratamento, é necessário confeccionar um aparelho de contenção. Quando o aparelho dental é removido e o paciente não utiliza corretamente o aparelho de contenção existe grande chance de que os dentes voltem a desalinhar um pouco. Existem vários tipo de contenção, sendo que é o ortodontista deve escolher a melhor opção para cada caso. Outro cuidado importante é o retorno periódico no ortodontista para verificar se os dentes continuam na posição correta (obtida com o tratamento).

*Esta é apenas uma página informativa. Ela não substitui, em hipótese alguma, a orientação de um profissional. Toda e qualquer decisão deve ser tomada somente depois de consultar um profissional de sua confiança.

Clique no botão abaixo para agendar sua consulta via Whatsapp